Esta plataforma nasceu de uma experiência pessoal…. talvez a mais desafiadora de todas que já tive e do quanto me senti dentro de um furacão, girando em círculos acompanhado de vacas, pedaços de cerca e muita poeira.

Isso mesmo, a velha história… teve que passar por isso pra aprender

Quem dá de cara com uma separação passa por diversas fases e sentimentos, sem respeitar a ordem natural dos fatos : desorientação, alívio, excitação, tristeza, solidão , revolta, baixa autoestima, depressão, raiva, inapetência, gula, fobia e tantos outros ….e o mais incrível é que eles podem vir isolados, em dupla, em grupo, em longos ou curtos períodos e até no mesmo dia !!!! 

Mas foram a intensa desorientação inicial e a falta de uma ajuda prática, muito necessária, que mais me motivaram a criar este projeto que, finalmente, estamos dando vida.

Não queria que fosse um guia prático do(a) novo(a) separado(a) da turma, mas que trouxesse, num só lugar, um rumo, um mapa do que fazer e também do que não fazer, encurtando caminhos, desviando de armadilhas clichês e tornando mais leve e até mais engraçada esta jornada. 

Filho mais novo de uma família numerosa, sempre fui muito curioso e ativo,  mas nem todos os kits de sobrevivência adquiridos e o orgulho de  me considerar um self-made-men me pouparam de rodar inúmeras vezes no mesmo lugar, feito cachorro atrás do próprio rabo, e cair nas mesmas armadilhas, que só quem sobreviveu a uma separação pode contar.

O soco no estômago (leia-se pontapé inicial ) que fez sair do papel esta jornada virtual foi minha pequena filha que sentou-se na minha cama numa noite estrelada e me deu um sermão  sobre a responsabilidade que temos perante os filhos numa separação e que não se brinca com os sentimentos deles numa batalha em que os egos feridos se enfrentam sem medir consequências .

Por isso também fiz questão que uma parte desta plataforma fosse dedicada àqueles que, por muitas vezes, são o lado mais fraco da corda que está quase sempre para arrebentar.

 Não vou ser nem um pouco mal-agradecido ou injusto com minha família ou com meus poucos e preciosos amigos que me ajudaram com conselhos, broncas e aguentaram firme minhas histórias repetitivas no estilo …. você acredita que … 

Não trocaria nenhum encontro amigo por um computador, mas, como cada cabeça é uma sentença, muitas vezes saí de conversas mais confuso do que entrei e pensei numa forma mais prática, didática e o mais completa possível de ajudar no enfrentamento deste que considero um problema de saúde pública!!!

Não sei ao certo o que fez voltar meu equilíbrio, talvez um combo de fé, terapias alternativas ou tradicionais, queima de karma, viagens, retiros, atividades físicas e mentais, alimentação, encontros, a busca do meu próprio conhecimento, além de muitos outros eteceteras.  

Só sei que não existe uma fórmula mágica …. no final, não interessa qual foi o caminho e sim para onde ele te levou e quais escolhas você fez pra chegar lá!

A partir da frase do Samurai X (personagem de um mangá japonês): cada escolha que fazemos é uma pequena revolução, me dou, depois de anos de separação, o direito de adaptá-la:

Faça de sua pequena revolução uma grande escolha!!!

Acredito que esta plataforma é eclética …. não interessa raça, credo, cor, gênero, condição financeira ou qualquer coisa mais …. vai servir pra quem quer se separar, quem se separou e até pra quem pensa em voltar!!!

Que ela alimente sua cabeça de conhecimento, esvazie sua mochila de ressentimentos, aliviando o peso dos seus ombros… com certeza seu caminho vai ser mais curto e o chão muito mais macio!!!

Aproveite!!!!!